Mais
Buscar

Riojob

Últimas Vagas Publicadas

Vaga Salário
Desenvolvedor(a) ... Não divulgado
Programador FrontEnd A combinar
Sócio(a) A combinar
Programa Trainee ... A combinar
Designer Júnior R$ 1.200,00

Empresas Anunciantes

  • Mini thumb petros
  • Mini thumb globo
  • Mini thumb cufa
  • Mini thumb hotel hurbano

Artigos

Ontem é melhor que hoje?

Autor: Riojob

espm_artigos2

Definitivamente não sou uma pessoa nostálgica. Tenho zero de saudade da ombreira, da calça semibag, do celular tijolo, do VHS, do cabelo mullet, da onda new wave, mas eu conheço muita gente que é nostálgica. Não necessariamente por moda, mas por publicidade. Principalmente alguns criativos publicitários.

Canso de ouvir meus colegas na faixa dos 35 para cima dizendo: “A propaganda era melhor 10 anos atrás.” E até criativos mais jovens também têm esse tipo de discurso. Você nem viveu e tem saudade? Como assim?

Honestamente, não compartilho desse sentimento. Não acho a propaganda de hoje nem melhor nem pior que a de ontem. Acho só diferente. E eu gosto muito da ideia de aceitar o diferente. Então como analisar o hoje comparando com o ontem? Deixa-me tentar.

Hoje a propaganda é plural. Ontem, era formatada.

Hoje pode tudo quando se fala numa ideia.

Ontem podia o filme de 30.

Hoje mídia é a ideia.

Ontem mídia era o intervalo da novela das oito.

Hoje Cannes premia a criatividade.

Ontem Cannes era um festival de filmes.

Hoje o consumidor cria.

Ontem o consumidor assistia.

Hoje criativo é aquele que dá uma ideia.

Ontem, criativos eram redatores e diretores de arte.

Hoje conteúdo é parte do negócio.

Ontem conteúdo era a parte do negocio.

Hoje Facebook é mídia.

Ontem internet era passatempo.

Hoje existem agências de diferentes modelos.

Ontem existiam agências de um modelo só.

Hoje um criativo brasileiro facilmente considera o mundo seu mercado de trabalho.

Ontem um criativo brasileiro só enxergava o mercado paulista.

Hoje agências como W+K, Crispin, Naked abrem no Brasil.

Ontem agências como essas achavam o Brasil um lugar distante.

Hoje as campanhas são integradas.

Ontem as campanhas eram divididas por meios.

Hoje, tem criativo, pensa uma ideia de produto.

Ontem, criativo tinha uma ideia para o produto.

Tudo é uma questão de como você olha para o tempo.

Olho e vejo hoje que a publicidade evoluiu e se transformou neste mundo desafiante, imprevisível e fulgaz. E que esse ontem de campanhas e profissionais incríveis tem 100% de responsabilidade nisso. E eu continuo dizendo que tudo isto não é bom nem ruim: é só diferente.

Paulo André Bione, Coordenador Geral Acadêmico dos cursos de Criação e Design da Miami/ESPM – São Paulo e Rio.

Sobre o Autor

O Riojob é um classificado GRATUITO de vagas de emprego e freela, para profissionais de Comunicação e Design, no Rio de Janeiro.

Site: http://riojob.com.br/conteudo
Todas as postagens do(a)

Comments are closed.

Dicas de Livros, DVDs, Tecnologia, etc.