Publicidade

Por Adriana Zappalá | LinkedIn

Resolvemos formatar este artigo de forma colaborativa, no intuito de esclarecer algumas dúvidas que recebemos por mensagem diariamente dos brasileiros que querem migrar para Portugal. Esperamos aqui responder algumas delas 🙂 Boa leitura!!!

O que faço para mudar para aí?

  1. Tenha clareza do destino. Explore a questão de cultura local, custo de vida, etc.
  2. Tenha documentação em ordem. 
  3. Faça um planejamento financeiro. Importante ter reservas para os primeiros meses.
  4. Prepare-se para o mercado de trabalho. Ajuste seu CV, Linkedin e faça networking.

É possível conseguir trabalho ainda do Brasil?

É possível, porém não é tão frequente e nem tão pouco fácil. A maioria dos recrutadores / contratantes, preferem os profissionais que já estão em Portugal, preferencialmente com documentação em ordem. Um impeditivo para muitos dos casos é a falta de vínculo legal com o país.

Importante reforçar que viver ilegal ou irregular além de um um risco, pode trazer transtornos que poderiam ser evitados e, ainda, pode atrasar ou mesmo pôr em causa todo o seu planejamento, seja pela necessidade de aguardar a disponibilidade de agenda dos serviços públicos bem como o processamento das etapas burocráticas. Esteja preparado e seja cauteloso com a sua trajetória.

Está a ser estudado um visto destinado a procura de emprego em Portugal. Ou seja, um visto que permita que o estrangeiro venha para cá e, em determinado tempo, possa buscar uma oportunidade de trabalho. Essa medida está a ser estudada para apoiar os estrangeiros nas eventuais dificuldades que encontram em conseguir uma oportunidade quando ainda estão no País de residência, fora do território português. 

Preciso falar inglês?

Falar inglês em Portugal é super importante, pois estamos na Comunidade Europeia. A “embromation” não funciona. A grande maioria das vagas exige inglês avançado – fluente. É frequente também uma terceira língua como por exemplo, espanhol, francês, alemão…. Ricardo Martins, que é consultor de línguas comenta que:

“aqui em Portugal, não há como colocar no seu CV Inglês intermediário e achar que será chamado para entrevistas, intermediário não basta, busca-se fluência. E se disser que é fluente, prepare-se, pois será colocado a prova. A maior parte das entrevistas são feitas em inglês e não há espaço para “jeitinho” Então prepare-se! Se estiver planejando vir para Portugal não perca tempo, comece a investir agora”.

Por que muitos RHs não retornam ao meu contato?

Os RHs recebem inúmeros CVs por dia e colocam o foco nas vagas que tem em aberto e que são mais urgentes. Não é possível retornar para todos os candidatos (infelizmente). 

Vale lembrar que atualmente muitas empresas utilizam softwares de inteligência artificial e que triam os perfis de forma mais precisa e portanto, os contratantes, darão prioridade aos candidatos que tem maior aderência ao perfil da vaga para fazer contato. 

3 dicas super importantes: 

  1. Ajuste o seu CV para as posições em aberto. 
  2. Jamais minta! Não coloque que está em Portugal se na verdade está no Brasil (isso tem ocorrido com frequência e atrapalha os processos seletivos). 
  3. Aplique para as vagas apenas quando o seu perfil é semelhante a demanda. 

Quais são as áreas em alta?

Tecnologia da Informação, Comunicação e Marketing Digital, Engenharia, Turismo, e demanda para a área comercial que é transversal a diversos segmentos. O mercado de trabalho mantinha-se aquecido nestas áreas antes da pandemia e a taxa de desemprego fechou em 2019 em 6,7%. Com a questão do covid-19 houve uma desaceleração, como era de se esperar…  

E os salários? É verdade que são mais baixos do que no Brasil e Comunidade Europeia?

Em alguns casos, sim é verdade. Muitos jovens portugueses saem de Portugal por conta disso. Em casos de posições mais estratégicas de gestão e níveis mais seniors, há diferenças significativas quando comparadas ao Brasil. O que muitos brasileiros levam em conta ao tomar a decisão de vir para cá é a qualidade de vidasegurança e o custo de vida.

Com 50+, consigo me recolocar?

Esta é uma das perguntas que respondemos com certa frequência. E a resposta é sempre a mesma… Em relação a esta questão, não há diferenças do que vivemos no Brasil, as dificuldades são similares.

Algumas pesquisas apontam que o tempo de recolocação é maior do que os profissionais mais jovens.

No entanto, sabe-se que para cargos executivos diretivos, de C-level, a experiência conta muito e portanto, o impacto da idade é menor. 

Observa-se também, assim como no Brasil, algumas empresas fazendo movimentos para contratação de 50+. 

Como são os serviços públicos?

Os serviços públicos em linhas gerais são satisfatórios e atendem bem as pessoas. Importante dizer que alguns serviços, como por exemplo, os serviços médicos, há uma pequena co-participação do cidadão, que é o pagamento de uma taxa moderadora para a sua utilização, que variam – podendo chegar a isenção – de acordo com a capacidade financeira de cada indivíduo.

Quais os valores dos imóveis para arrendar?

Os valores dependem do que se busca…. Em Lisboa o custo de imóvel é mais caro comparado com as regiões vizinhas. Em Porto o valor cai um pouco. Nestes últimos anos, houve um aumento considerável e que tem impactado a vida de quem vive cá.

É recomendado que você primeiro defina o estilo e o tipo de imóvel adequado para a sua realidade. Quais são as suas necessidades? O que não pode faltar em um imóvel para você? Com essas premissas, o próximo passo será você validar a oferta de imóveis dentro dessas características pois, caso você paute a sua decisão com fundamento em estatísticas que não levam em consideração cenários específicos, poderá incorrer em erro na hora de fazer a sua escolha. 

A busca pode ser realizada em diversos sites, como por exemplo: idealista (https://www.idealista.pt); olx (http://olx.pt/); custo justo (https://www.custojusto.pt/). A sua pesquisa também pode ser realizada diretamente no site das imobiliárias, tais como: Fracção Exacta (https://www.fraccaoexacta.com/); Remax (https://www.remax.pt/); Solução Casa (http://www.solucaocasa.com/); Predial Parque (https://www.predialparque.pt/); Era Imobiliária (https://www.era.pt/); KW Solutions Portugal (https://www.kwportugal.pt/); Casa da Linha (https://casasdalinha.pt/), Ana Morgado ( https://www.anamorgadoproperties.pt/) entre outras.

Inclusive, se a opção for comprar um imóvel, é importante que você saiba que, mesmo não sendo cidadão português, você poderá recorrer a financiamento bancário.

Existem assessorias jurídicas que podem apoiar em todo esse processo para que quando chegue em Portugal, este assunto já esteja resolvido.

Um outro ponto de alerta: tenha cuidado com fraude nos anúncios de imóveis. Desconfie caso encontre um com valor bem baixo, incrivelmente lindo e que precise pagar 6 aluguéis de reserva… Infelizmente há casos assim.  

E o custo de vida?

Outra pergunta sensível, pois depende das preferências e necessidades pessoais… 

É recomendado que você realize um estudo pautado na sua própria realidade e não com fundamento em cálculos prontos. Esse procedimento é mais trabalhoso, porém trará maior segurança para a sua decisão. 

Desse modo, recomendamos que você busque, por exemplo, os sites dos supermercados e das empresas de fornecimento dos serviços básicos (água, luz, gás, internet, televisão) e realize simulações que estejam de acordo com o seu padrão de vida. Ao realizar esse estudo, você terá maior clareza a respeito da estimativa do custo – da sua vida – em Portugal.

Aqui estão alguns dos prestadores de serviços:

Energia e gás:

https://www.edp.pt/

https://energia.galp.pt/

Água:

https://www.epal.pt/epal

Telefonia e internet:

https://www.vodafone.pt/

https://www.meo.pt/

Saúde privada:

https://www.medis.pt/

https://aderir.medicare.pt/

Supermercados:

https://www.pingodoce.pt/

https://www.continente.pt/

Quais são os tipos de vistos para morar em Portugal?

Os vistos dividem-se em estada temporária (prazos menores que doze meses) e em residência (para prazos superiores a doze meses). 

Fundamentos para pedido de visto destinado a estada temporária:

  1. Estudantes: intercâmbio, licenciatura, mestrado, doutorado, pós doutorado, investigação científica, estágio não remunerado, voluntariado e estudante do ensino secundário (com carta de aceite e/ou comprovante de matrícula) 
  2. Investigadores científicos e/ou atividade docente altamente qualificada em estabelecimento de ensino superior português;
  3. Exercício de atividade subordinada de carácter temporário (com contratação formalizada);
  4. Prestação de serviço de carácter temporário (com prestação de serviços formalizada);
  5. Trabalho Sazonal de acordo com os setores de emprego que permitem esse tipo de trabalho;
  6. Exercício de atividade desportiva amadora, com comprovação da respectiva federação envolvida e termo de responsabilidade de despesas subscrito pela associação ou clube desportivo;
  7. Transferência de trabalhadores (entre países pertencentes à Organização Mundial do Comércio (OMC), para prestação de serviços ou formação profissional);
  8. Tratamento médico (internamento ou tratamento ambulatório assegurado e comprovado);
  9. Acompanhamento de familiar em tratamento médico.

Fundamentos para pedido de visto destinado a residência:

  1. Estudantes: intercâmbio, licenciatura, mestrado, doutorado, pós doutorado, investigação científica, estágio não remunerado, voluntariado e estudante do ensino secundário com duração maior que 12 meses (com carta de aceitação e/ou comprovante de matrícula); 
  2. Investigadores científicos e/ou atividade docente altamente qualificada em estabelecimento de ensino superior português que precisem permanecer em território português por mais de 12 meses;
  3. Aposentados (com capacidade financeira comprovada);
  4. Pessoas que vivam de rendimentos próprios (com situação financeira e patrimonial comprovada);
  5. Prestação de serviço por período maior que 12 meses (com contratação formalizada ou exercício de atividade independente comprovada);
  6. Exercício de atividade subordinada por período maior que 12 meses (com prestação de serviços formalizada);
  7. Tech Visa;
  8. Religiosos tendo como requisito apresentar certificado da igreja ou comunidade a que pertençam bem como que esta seja reconhecida pela ordem jurídica portuguesa;
  9. Empreendedor/Investidor (Empresários, Startup Visa, Golden Visa e Green Visa).

Vivian e Breno da Passaporte Portugal complementam:

“Ao titular do visto é possível o acompanhamento da família, dentro dos limites estabelecidos pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, sendo de forma geral o cônjuge, os filhos menores de idade e os filhos maiores de idade que seja solteiros e sejam dependentes economicamente dos pais. No entanto, é sempre importante avaliar caso a caso, vindo a serem instruídos e instaurados os processos necessários, de forma prévia e segura”.

O pedido de visto precisa ser apresentado para a Autoridade competente antes da vinda para Portugal. No caso do Brasil, deve ser apresentado para a VFS Global (https://www.vfsglobal.com/portugal/Brazil/index.html) e, em outros Países, pelo portal do E-Visa (https://pedidodevistos.mne.pt/VistosOnline/).

Caso você não esteja assessorado por profissionais especializados na área e esteja com dúvida quanto a documentação necessária e as regras pertinentes, é importante que sejam realizadas consultas em fontes oficiais, tais como: o site Consulado Geral de Portugal responsável pela região em que você resida (https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/rede-consular), o o Ministério dos Negócios Estrangeiros (https://www.vistos.mne.pt/pt/) e o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (https://www.sef.pt).    

E se eu tiver a nacionalidade portuguesa ou de um dos Estados Membros da União Europeia?

Muitas pessoas antes até de virem para Portugal, caso não tenham a nacionalidade portuguesa, iniciam um planejamento para que, quando cheguem em Portugal, já sejam cidadãos portugueses. Essa é mesmo uma boa estratégia e evitará toda uma etapa burocrática que, mesmo os titulares de visto, precisam passam ao chegarem em Portugal.

Se você é cidadão português, você não precisará se preocupar, sendo somente necessário atualizar a sua residência em uma das Conservatórias espalhadas pelo País.

Se você é cidadão de um dos Estados Membros da União Europeia, você precisará apresentar um pedido de inscrição como cidadão da U.E. residente em Portugal para a obtenção do certificado de residência. Esse pedido pode inicialmente ser realizado na Câmara responsável pela região em que você estabelecerá a residência (https://www.acm.gov.pt/ru/-/sou-cidadao-europeu-e-necessario-registar-me-para-residir-em-portugal-)

Se você é cidadão português ou cidadão da U.E. e virá com a sua família, é importante que o seu casamento esteja transcrito e que você tenha todos os documentos em mãos para a posterior etapa que os seus familiares precisarão passar em virtude do processo de reagrupamento familiar a ocorrer no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, em Portugal. (https://www.sef.pt/pt/pages/conteudo-detalhe.aspx?nID=63)

E, então, após a conclusão do processo perante o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, o seu familiar também poderá trabalhar em Portugal.

E como posso saber mais sobre as escolas? 

Sobre as escolas públicas em Lisboa você pode obter informações através do site abaixo: 

https://www.lisboa.pt/cidade/educacao/entrada

Sobre as escolas particulares é possível pesquisar neste portal: 

Tenho filho menor de idade e que precisa frequentar a escola. Como posso fazer para fazer a inscrição no letivo caso eu não esteja em Portugal?

O ano letivo em Portugal inicia em setembro, pelo que as candidaturas e matrículas ocorrem especialmente entre junho e julho. Você pode contar com uma assessoria que esteja situada em Portugal, o profissional poderá ficar como encarregado da educação do menor e tratar das etapas da candidatura e matrícula para que esteja tudo preparado para a sua chegada.



GRUPO DE VAGAS WHATSAPP
LINK DO GRUPO RIOJOB.ONLINE: CLIQUE AQUI

_______________________________________________________________________________
Atenção: O site não é responsável pelo processo de Seleção de Candidatos e Contratação dos mesmos.
Nossa função é fazer chegar até você as vagas disponíveis no mercado de trabalho. Para acessar todas as nossas vagas [ CLIQUE AQUI ].
_______________________________________________________________________________
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com